sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

MÃE E FILHA SIMULAM FALSO SEQUESTRO E SÃO PRESAS PELA POLÍCIA CIVIL-MA


Na tarde desta quarta-feira (24/01/2018), foi comunicado à Superintendência Estadual de Investigações Criminais -SEIC, a ocorrência de um sequestro realizado em face da jovem ANA LETÍCIA DE ABREU FERREIRA (19 anos), tendo como comunicante do crime a mãe da vítima, ANA TÉRCIA MACEDO DE ABREU (41anos).

De imediato, equipes da SEIC iniciaram as investigações no intuito de localizar o cativeiro, resgatar a vítima e identificar os suspeitos, tendo as diligências se prolongado ininterruptamente até a madrugada da sexta-feira (26/01/2018), quando foi descoberto pelos policiais civis que tudo se tratava de uma farsa armada pela suposta vítima e pela sua genitora no intuito de atingirem CARLOS RONALDO SALES FERREIRA, pai da vítima e ex companheiro de ANA TÉRCIA.

A Polícia Civil  conseguiu localizar o imóvel do falso cativeiro localizado no bairro de Fátima – onde anteriormente havia sido registrada uma fotografia simulando que a vítima estava amarrada e amordaçada e divulgada nas redes sociais por ela própria. No local foram apreendidos vários objetos utilizados na simulação do sequestro.

Apurou-se, ainda, que na última terça-feira (23/01/2018), um dia antes da divulgação do falso crime, CARLOS RONALDO SALES FERREIRA foi vítima de uma tentativa de homicídio, quando foi alvejado por 03 (três) disparos de arma de fogo realizados por indivíduos que se utilizaram de um veículo celta, cor branca, tendo as investigações realizadas até o momento apontado para a própria ex companheira ANA TÉRCIA como a principal suspeita do crime, por não aceitae a separação, quem teria, inclusive, alugado o veículo e fornecido aos executores. O referido veículo foi devidamente localizado e apreendido.

Após análise técnico-jurídica do Delegado de Polícia, mãe e filha foram autuadas em flagrante pelos crimes de falso testemunho (Art. 342 do CPB) e comunicação falsa de crime (Art. 340 do CPB) e encaminhadas ao Centro de Triagem de Observação Criminológica de São Luís-MA, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.