quarta-feira, 18 de abril de 2018

SEMA realiza levantamento das áreas atingidas por queimadas no Parque Estadual do Mirador


Por Paula Lima / Ascom - Sema

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) realizou, de 02 a 07 de abril, um levantamento in loco da atual situação de localidades atingidas por eventos de queimada no Parque Estadual do Mirador. O objetivo foi traçar um comparativo da evolução do fenômeno com os dados de 2017, também coletados in loco pela equipe técnica do Laboratório de Geoprocessamento da SEMA (LABGEO).

O trabalho técnico incluiu a utilização de dados referentes à ocorrência pontual de queimadas (disponibilizadas pelo SIG Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE através do portal: http://www.inpe.br/queimadas/portal), visita a estes locais (através de navegação teleguiada por GNSS), bem como o registro fotográfico. Foram processadas também, em ambiente de laboratório, imagens do Sensor OLI-8, do Programa Landsat (com dados de Junho a Setembro), com a finalidade de mensurar a cartografia e a estatística das áreas queimadas, denominadas decicatrizes de queimadas.

Percorrendo uma distância de 427,5 km, dentro do Parque, foram revisitados 20 pontos diferentes na UC. A visita compreendeu ainda os postos de Zé Miguel, Geraldina e Mosquitos, além dos postos do Mel e Aldeia, sendo que os três primeiros serviram de base para o levantamento de dados.

A partir dos comparativos são mensuradas as áreas efetivamentes queimadas, bem como as áreas regeneradas e/ou em regeneração neste interstício (Setembro 2017 - Abril 2018), permitindo ainda armazenar as informações para comparativos futuros.

Os mapas estão disponiveis no site da www.sema.ma.gov.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.