terça-feira, 4 de setembro de 2018

EM 24 HORAS, A POLÍCIA CIVIL APREENDEU 25 KG DE MACONHA EM SÃO LUÍS


Na tarde desta segunda-feira (3), a Polícia Civil do Maranhão por intermédio da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), realizou uma coletiva de imprensa onde foi explanado o resultado de duas operações policiais que terminou na apreensão de um total de 25 quilos de maconha e 800 gramas de cocaína. Além disso, foram executadas a prisões em flagrante de três pessoas em dois bairros da capital maranhense.

A primeira prisão ocorreu no último domingo (2), onde policiais civis após uma intensa investigação baseada em denúncias realizadas pelo aplicativo de WhatsApp da Senarc conseguiram prender Wermeson Davi Amorim Rosa, vulgo “Índio”, no bairro da Cohab, além de apreender 7 quilos de maconha prensada em estavam no interior de um veículo.



Segundo as investigações, “ Índio” seria o responsável em distribuir e comercializar entorpecentes em várias regiões de São Luís, principalmente nos bairros do Cohatrac, Cohab e Angelim. A polícia Civil constatou ainda que o suspeito possui passagem criminal por roubo de veículos.

Em outra ação, só que desta vez realizada na manhã desta segunda-feira (3), no bairro do São Cristovão, a Senarc conseguiu prender Adriano Soares Dias e Luís Henrique Sousa Penha. Com a dupla foram apreendidos cerca de 18 quilos de maconha do tipo “Skank” e 800 gramas de cocaína.

Durante seus respectivos interrogatórios, os suspeitos informaram que a droga seria oriunda do estado de Goiás e que seria distribuída na região do Baixo Munim. A Polícia Civil informou ainda, que Adriano responde aos crimes de roubo, receptação, tráfico e furto todos em território goiano.

Na oportunidade, o Superintendente da Senarc, Carlos Alessandro, informou que tais prisões são resultantes de um trabalho intensificado no combate ao tráfico de drogas na região metropolitana de São Luís e no interior do estado. Ele ressaltou na importância da população em realizar denúncias no mais absoluto sigilo pelo WhatsApp da SENARC (98) 99163 4899.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.