Ultimas

terça-feira, 21 de maio de 2019

Cooperação entre o IML e Banco de Olhos visa aperfeiçoar captação de córneas

Foto: Nlson Figueiredo


Médico Legista e Diretor do Instituto Médico Legal (IML) de São Luis-MA, José Ribamar Wanderley de Souza Junior, fala sobre este órgão público, dizendo estar em processo de formalização um Termo de Cooperação Técnica com o Banco de Olhos do Estado, com base na legislação que disciplina a doação de órgãos e tecidos no país, visando aperfeiçoar os procedimentos de captação que têm sido realizados no Instituto. “Sabemos da enorme importância social deste trabalho, que impede a cegueira de centenas de pessoas todos os anos” afirmou.

O órgão público, mais conhecido pela sua sigla IML, ainda está envolvido em campanhas de conscientização e sensibilização à sociedade, para que em um gesto de amor e solidariedade possam praticar este ato nobre e altruísta de doação de córneas de seus familiares falecidos. O IML está imbuído deste propósito e apoiando essa tão importante causa, ajudando a promover vida.

A instituição responsável por esse procedimento é o Banco de Olhos do Estado, situado no Hospital Universitário/UFMA, e está vinculado à Central de Transplantes do Maranhão. Atualmente existem 514 pacientes na fila de espera eletiva por transplantes de córnea, no Estado. Há também os casos de urgências que não esperam em fila: perfuração ocular, úlcera de córnea grave que não cicatriza, apesar de tratamento clínico e opacidade de córnea bilateral em criança menor que 8 anos. Nestes casos, a espera na fila por questão de dias ou até 3 meses (no caso das crianças), resultaria em cegueira definitiva.

“No ano passado, foram realizados 245 transplantes de córnea no Estado, incluindo-se as já citadas urgências. Calcula-se que se tivéssemos 30 doações por mês, ou seja, captação de 60 córneas por mês, em 01 ano poder-se-ia zerar a fila de espera por transplante de córneas, pois atenderia tanto a demanda dos casos eletivos, quanto os de urgência”, afirma o diretor do IML.

IMPORTÂNCIA DA DOAÇÃO DE CÓRNEAS E QUEM PODE FAZER A DOAÇÃO
A Córnea é um tecido transparente localizado na região anterior do globo ocular, que se pode comparar ao “vidro de um relógio”, permitindo a entrada da luz. Quando há perda da transparência e da curvatura normal da córnea, há prejuízo na formação da imagem, podendo levar à cegueira.

Sendo fundamental para a sociedade, a doação de córneas, visa impedir a evolução para a cegueira daquelas pessoas que necessitam deste transplante. No Brasil existem milhares de pessoas aguardando transplante de córneas. As córneas são captadas a partir de doadores cadáveres, devidamente identificados civilmente, porém com sua identidade preservada, e mediante autorização expressa dos familiares legitimados.

Aos familiares que autorizam a doação não há risco de qualquer mutilação/deformação ou alteração estética nos corpos, nem há qualquer tipo de despesa para o nobre gesto de autorização para captação de córneas, mesmo em meio ao momento de dor pela perda do familiar.


 
Copyright © 2019 Nilson Figueiredo
Traduzido Por: Luzimar Rodrigues