Ultimas

quarta-feira, 5 de junho de 2019

BOMBEIROS MARANHENSES SEGUEM NA MISSÃO DE AJUDA HUMANITÁRIA EM MOÇAMBIQUE

Desde o dia 14 de março, a população de alguns países do sudeste da África sofre com os prejuízos e mortes causados pela passagem dos ciclones ‘Idai’ e ‘Kenneth’. Logo após a grande catástrofe que vitimou milhares de pessoas, uma operação especial de ajuda humanitária mobilizou bombeiros de vários lugares do mundo.
Dois bombeiros do Maranhão integraram a primeira equipe composta por 40 militares da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) na missão Brasileira destinada à Moçambique. Após 30 dias de atuação a equipe foi substituída, e agora mais seis bombeiros maranhenses participam da operação.
Logo que chegaram, os brasileiros trabalharam no serviço de resgate de vítimas, montagem de abrigos, reconstrução de pontes, desobstrução de estradas, entrega de mantimentos e água potável. Além desses serviços, os bombeiros maranhenses também participam, voluntariamente, de eventos sociais em escolas da periferia, buscando fazer melhor o dia a dia de centenas de crianças daquela região.
“Fizemos um trabalho voluntário com crianças carentes da cidade de Pemba, em Cabo Delgado. Nos reunimos com a criançada e resolvemos alegrar um pouco aquelas pessoas sofridas pela tragédia. Imitamos palhaços e promovemos brincadeiras simples, demos muitas gargalhadas e nos sentimos muito bem em estar ali, naquele momento”, disse o subtenente Jorge Henrique, bombeiro Militar do MA.
Tragédia em Moçambique
Em 14 de março de 2019, o ciclone ‘Idai’ deixou um grande rastro de destruição, mesmo depois de sua trágica passagem, a população de países Africanos pobres, como Moçambique, enfrenta problemas de escassez de água potável, falta de moradia, saneamento e outros serviços básicos. Estradas, pontes e serviços de comunicação foram interrompidos, deixando grandes áreas completamente isoladas, dificultando bastante os trabalhos de resgate e auxílio aos afetados.
No dia 26 de abril, a região foi atingida por um novo ciclone, desta vez o ‘Kenneth’ causou mais estragos em Moçambique, deixando outras milhares de pessoas desabrigadas no país. As equipes de apoio e resgate foram reforçadas, após autorização do secretário de Segurança Pública do MA, Dr. Jefferson Portela, mais bombeiros maranhenses especializados em operações de busca e resgate passaram a compor a missão nacional destinada de ajuda humanitária ao país sul-africano.
Equipe de Bombeiros Militares do MA
Capitão Cláudionor
1º Tenente  Luíz Paulo
Subtenente J. Henrique
Subtenente Vales
Sargento  C. Alberto
Sargento  Fredson
 
Copyright © 2019 Nilson Figueiredo
Traduzido Por: Luzimar Rodrigues