Ultimas

terça-feira, 4 de junho de 2019

Projeto social beneficia moradores da Ilhinha com preparatório para o Enem e vestibular da UEMA gratuitamente

Uma verdadeira revolução educacional é experimentada na comunidade da Ilhinha, em São Luís. O Movimento Popular da Juventude do Maranhão - MPJM, que é uma organização filantrópica, formada em sua maioria por jovens voluntários das mais diversas profissões está executando na Ilhinha preparatório para o Enem e vestibular da UEMA gratuitamente.

A iniciativa que está preparada para atender cerca de 100 jovens, visa também provocar discussões transversais a fim de que os jovens atendidos reflitam melhor acerca do meio social no qual estão inseridos.

Segundo o coordenador geral do projeto, Ronaldo Serra, cerca de 30% dos beneficiados são da própria comunidade e mais da metade são do sexo feminino, demonstrando que além de combater as desigualdades sociais, a iniciativa também tem papel significativo no combate ao desequilíbrio de gênero existente em nossa sociedade patriarcal.

Cerca de 27 professores voluntários estão responsáveis por revisar as disciplinas do Ensino Médio de modo a complementar a metodologia de ensino a qual os alunos estão habituados e suprir suas ineficiências, tendo em vista que o programa atende exclusivamente pessoas oriundas da rede pública de ensino.

Estando em sua 5ª Edição e tendo atendido jovens de cidades como Raposa, Urbano Santos, Belágua, Lago da Pedra (e região dos lagos), e São Luís a iniciativa mostrou que é sólida e eficiente, tendo em vista que opera exclusivamente com apoio de voluntariado e iniciativa privada.

"Espero que cada vez mais lideranças de juventude e políticos entendam que há dois tipos de necessidade em nosso sistema atual, a primeira consiste em defender a educação a longo prazo, estando nas ruas e lutando contra cortes e contingenciamentos e a segunda é estando na prática com ações efetivas que tragam resultados imediatos, como a melhoria da consciência social da juventude, por exemplo" - afirmou Ronaldo.
 
Copyright © 2019 Nilson Figueiredo
Traduzido Por: Luzimar Rodrigues