Ultimas

segunda-feira, 23 de setembro de 2019

POLÍCIA CIVIL REALIZA OPERAÇÃO E PRENDE ACUSADOS DE PRATICAREM CRIMES CONTRA INSTITUICOES FINANCEIRAS E TRAFICO DE DROGAS EM SANTA INÊS/MA

A Polícia Civil do Estado do Maranhão, através da 7ª Delegacia Regional de Santa Inês, por meio de sua Equipe de Capturas e apoio do 2º DP, coordenados pelo Dr. Elson Ramos do Nascimento, em continuidade ao combate as ações criminosas em Santa Inês e Região, prenderam em flagrante Tiago Silva Sousa, natural de Rubiataba/GO, 27 anos e Jheferson Donizett de Alcantara, natural de Osasco/SP, 39 anos.

Após informações recebidas, a  Equipe de Capturas da 7ª Delegacia Regional de Santa Inês iniciou investigação de uma associação criminosa que estaria em uma residência na cidade de Santa Inês, no intuito de praticarem ações criminosas contra instituições financeiras na região, diante dos fatos,  foi realizado o monitoramento do imóvel, que fica localizado na rua do cordeiro, Centro de Santa Inês/MA, e na tarde do dia 20/09 (quinta feira), deu início a operação que resultou nas prisões de Tiago Silva Sousa, que em seu desfavor, consta um mandado de prisão em aberto da 1ª Vara Criminal da cidade de Ceres-GO e Jheferson Donizett de Alcântara, que ao perceberem a chegada da equipe policial no imóvel, os acusados tentaram se desfazer das drogas, armas e munições escondendo em lugares diversos da residência, inclusive enterrando no quintal, o acusado “Tiago” após ser abordado, apresentou-se com nome falso (Marcel Vidal da Silva).

Foram apreendidos com eles: *2 pistolas 380, 70 munições cal. 380, 4 carregadores, uma porção de cocaína 81g, uma porção de maconha prensada 62g, uma pedra de crack 298g, um veículo fiat bravo branco placa NZL 4657-GO, máquina de solda, caixa de ferramentas e vários equipamentos para fabricação de peças para estouro de caixas eletrônicos. *

Diante dos fatos foi dado voz de prisão aos nacionais, e conduzidos para Delegacia Regional, pra serem feitos os procedimentos necessários, e após serão levados para o sistema prisional, ficando a disposição do poder judiciário.
As investigações irão continuar para identificar, localizar e prender o restante da organização criminosa.

A Polícia Civil agradece ao apoio da sociedade e pede que caso alguém tenha alguma denúncia, pode entrar em contato através do WhatsApp Denuncia (98) 991052002.
 
Copyright © 2019 Nilson Figueiredo
Traduzido Por: Luzimar Rodrigues